Get Adobe Flash player
Home

Cuidados com a pele

A PELE DA FUTURA MAMAE

As mudanças hormonais, vasculares e imunológicas que surgem na mulher durante a gravidez, acabam provocando algumas mudanças muito visíveis em sua pele. Não são todas as mulheres que apresentam alterações na pele, mas a maioria, num determinado momento, pode apresentar irritação, eczemas, alergias, pele ressecada e manchas em alguma parte do corpo.

Durante a gravidez, a pele da mulher é mais suscetível às irritações pelo uso de produtos como os cosméticos, desodorantes e perfumes. Por essa razão, é recomendável utilizar sabões neutros ou emulsões de limpeza, assim como o uso de hidratantes que contenham perfumes ou antissépticos que possam ir Por outro lado, existe uma maior predisposição da mulher grávida que desenvolva alguma alergia a bijuterias, ou a algum alimento. Neste caso, seria bom observar que tipos de alimentos ou de objetos estão causando irritações em sua pele.

Na gestação, há mulheres que apresentam tanto pele muito seca como pele muito oleosa. Nestes casos, o melhor é evitar banhos demorados e com água muito quente. Aconselha-se hidratar bem a pele após o banho, com cremes que contenham vitaminas A e D, para que corrijam a textura da pele e para que ganhe elasticidade extra para suportar o estiramento durante a gravidez.

É muito normal que, quando a barriga começa a crescer e sua pele a esticar, que a mulher sinta certas “picadas” no abdômen, e note a presença de escamas devidas à pele seca. Neste caso, é conveniente utilizar cremes para acalmar a pele seca e as “picadas”.

As manchas são outros incômodos que preocupam a muitas gestantes. Segundo as estatísticas, cerca de 70% das mulheres grávidas podem apresentar manchas marrons escuras no rosto, na frente, bochechas, nariz e bigode. As manchas são denominadas Melasma, e pode aparecer durante o primeiro trimestre da gravidez, acentuando-se nos últimos meses quando os níveis hormonais são mais elevados. A exposição ao sol pode piorar o problema. Para preveni-lo deve-se evitar a radiação ultravioleta, utilizando protetores solares altos. Terminada a lactância, o dermatólogo pode indicar cremes para clarear a pele. Se o melasma não é profundo, em 18 meses as manchas poderão desaparecer. Em caso contrário, poderá aliviá-la.

Cerca de 90% das grávidas apresentam estrias (linhas rosadas) que podem aparecer no abdômen, coxa e mamas, entre o sexto e o sétimo mês de gestação. Surgem devido ao rápido aumento da tensão e estiramento do tecido da pele, com a ruptura de fibras de colágeno e elásticas. A predisposição genética para ter bebês de alto peso e o aumento da atividade da glândula suprarrenal são os fatores que levam a mulher a apresentar estrias.

Para prevenir o aparecimento de estrias, o melhor é manter um peso apropriado durante a gravidez, utilizar cremes hidratantes com vitaminas A e D. Existem tratamentos que no final da lactância podem ser muito efetivos contra as estrias. Seu médico deve ser consultado.

Quanto à celulite, recomenda-se realizar caminhadas, dieta sã e tomar água em abundância. Se o médico autorizar, pode-se indicar sessões de drenagem linfática para melhorar os edemas, e uma vez finalizada o aleitamento, poderá realizar sessões de massoterapia, para melhorar a circulação.

Convém considerar alguns cuidados que se deve ter com a pele durante a gravidez:

1- Todo produto que se use na pele deve estar autorizado pelo médico, já que pode ser absorvido pelo sangue e passar para o bebê.

2- Não se expor ao sol, e usar proteção solar 50 UVA e UVB para prevenir as manchas.

3- Busque manter o peso corporal adequado durante a gravidez.

4- Hidratar a pele com cremes com vitaminas A e D.

5- Evitar o uso de cremes antirrugas ou antiacne que contenham retinóides, assim como de creme anticelulite, dermoclareador, ou tratamento  de mesoterapia.

6- Não recorrer a tratamento com laser nem peeling.

7- Beber muita água.

Última atualização (Qui, 03 de Abril de 2014 16:22)

 

Alimentação

Comida para dois!!!

Alimentar-se corretamente é essencial para que o indivíduo possa gozar de todas as suas faculdades físicas e mentais. Isto significa ter saúde. Na mulher, a nutrição é um aspecto que afeta não só a vida dela mesma, mas também a daqueles que a cercam, pois, além da responsabilidade da amamentação da criança, é a mulher quem desenvolve a educação alimentar dos filhos e decide a compra dos alimentos que constituirão a dieta da família, segundo pesquisas conduzidas pela Associação Brasileira pela Nutrição Saudável. Durante a vida da mulher, as necessidades nutricionais variam de forma considerável. Da adolescência à idade adulta, passando pela gravidez e amamentação, terminando na menopausa e na idade madura, a alimentação da mulher deve sofrer mudanças para fornecer as necessidades nutricionais exigidas em cada uma destas fases da vida.

O balanceamento de uma dieta é feito por um nutricionista habilitado. É ele o profissional que conhece a interação e relação entre os alimentos, bem como a fisiologia da digestão e a composição dos diferentes alimentos. Portanto, ele pode recomendar a melhor alimentação para cada fase da vida da mulher.

Durante o período da gravidez, o balanceamento da dieta visa nutrir a mãe com as necessidades energéticas e alimentos construtores e reguladores, que assegurem um bom desenvolvimento fetal e uma gestação e parto livres de complicações. As necessidades de energia crescem de acordo com o avançar da gravidez e alguns elementos merecem atenção especial, como podemos ver abaixo:

Cálcio: Possui participação decisiva na formação de ossos e dentes, bem como no funcionamento do coração e do sistema nervoso fetal. Se não houver ingestão de cálcio suficiente, presente nos alimentos lácteos, peixes e alguns vegetais, poderá ocorrer perda de massa óssea da mãe, bem como o aparecimento de câimbras e gengivites.

Ferro: As necessidades de ferro são maiores na gravidez, devido à formação do sangue e do tecido muscular do feto, além das necessidades maternas. As fontes naturais de ferro, como fígado bovino e de aves e feijão, pode não ser suficiente, havendo a necessidade de complementação com sulfato ferroso.

Última atualização (Qui, 03 de Abril de 2014 15:53)

 
ultrasom3d.png
tratamento-fertilidade.png
                                             NOSSA LINGUAGEM
Nessa busca intensa na internet por quem está tentando engravidar, deve se deparar muitas vezes por...
MULHERES QUE LIDAM COM OS SENTIMENTOS DAS TENTATIVAS DE ENGRAVIDAR
ASSISTA O VÍDEO DA MATÉRIA EXIBIDA NO PROGRAMA MAIS VOCÊ, DE CASAIS QUE LUTAM PARA REALIZAR O...